Tiger game

PUBLICIDADE

Carro autônomo do Google é vandalizado e incendiado por multidão em São Francisco; veja vídeo

Veículo era um táxi da empresa Waymo, controlada pela Alphabet, também dona do Google

Foto do author Guilherme Guerra
PorGuilherme Guerra
Atualização:

Um carro autônomo do tipo “robotáxi” da Waymofoi vandalizado e queimado por uma multidão de pessoas no bairro de Chinatown, em São Francisco, nos Estados Unidos, na noite do último sábado, 10. Como o veículo não trazia passageiros nem motorista, não houve feridos.

Vídeos publicados nas redes sociais mostram os vândalos destruindo o automóvel da marca Jaguar I-PACE, que era operado pela Waymo, companhia-irmã do Google e uma das principais desenvolvedoras de veículos autônomos. Ambas as empresas são controladas pela gigante da tecnologia Alphabet.

PUBLICIDADE

Michael Vandi, autor dos vídeos que mostram o vandalismo, afirma à agência Reutersque a multidão estava em Chinatown celebrando o Ano Novo Chinês, acendendo fogos de artifício. Segundo ele, uma pessoa subiu no teto do veículo e quebrou a janela, sob aplausos.

“Havia dois grupos de pessoas. Aqueles que encorajavam, e os que ficaram em choque e começaram a filmar. Ninguém enfrentou. Quer dizer, não há muito o que fazer para enfrentar mais de uma dúzia de pessoas”, disse Vandi à Reuters.

Carro autônomo da Waymo (companhia-irmã do Google) é destruído em São Francisco, EUA. Não houve feridos Foto:Reprodução/@SFFDPIO/X

O corpo de bombeiros local foi acionado por volta das 9 horas da noite pelo horário local, segundo informações do jornal San Francisco Chronicle.As autoridades afirmaram que o veículo foi grafitado, teve janelas quebradas e, depois, fogos de artifício foram acendidos dentro do carro, causando o incêndio.

Abaixo, veja o vídeo do momento em que os bombeiros chegaram ao local.

As autoridades americanas afirmam que estão investigando as causas do vandalismo. Já a Waymo afirma, em nota, que está colaborando com as investigações.

Publicidade

Hostilidades contra veículos autônomos

Nos últimos meses, hostilidades contra veículos autônomos têm sido registradas como parte de um conflito crescente entre população e companhias de tecnologia.

Desde o ano passado, a cidade de São Francisco (considerada o coração do Vale do Silício, na Califórnia) concedeu licença total (isto é, 24 horas por dia, sete dias por semana) para que essas empresas de transporte autônomo, que incluem a Cruise e a Tesla, possam operar na cidade.

Robotáxi da Waymo é vandalizado e depois incendiado por multidão em Chinatown, em São Francisco (EUA) Foto:Michael Vandi via Reuters - 10/2/2024

Desde então, acidentes com humanos têm sido mais frequentes. Na semana passada, um ciclista foi atropelado por um veículo autônomo da Waymo — o caso incentivou que as autoridades locais revisassem as leis que permitem a circulação de carros autônomos nas ruas da cidade.

Além de São Francisco, a Waymo oferece os serviços de “robotáxi” nas cidades de Phoenix (no Estado americano do Arizona) e planeja chegar a Los Angeles (na Califórnia) e Austin (no Texas) em breve.

Carro autônomo da Waymo foi incendiado por multidão durante celebração do Ano Novo Chinês Foto:Michael Vandi via Reuters
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Tiger game.

Tiger game Mapa do site